Look do dia || Outfit: Seja você mesmo!

Neste primeiro Outfit de 2017, eu quis vim conversar aqui sobre um assunto que já me incomodou muito e que eu aprendi a lidar. Que é o fator da minha magreza. Se fosse a uns 5 anos atrás eu jamais postaria essas fotos com vergonha do meu corpo ou do tipo de comentário que as pessoas poderiam fazer. Eu sou muito magra desde que me entendo por gente, e ao longo da vida o ganhei inumeroso apelidos, sofri bullying e me chateei principalmente na minha adolescência, por ser alvo de piadas de péssimo gosto vindas de pessoas mal amadas que precisavam se sobressair diminuindo os outros. Eu passei muitos anos me escondendo como por exemplo, não usava camisetas, eu usava apenas blusas de manga cumprida, eu não usava shorts, colocar um biquíni então seria a minha morte! Mas, graças ao tempo e ao amadurecimento que ganhamos aos poucos na vida, fui aprendendo que ser magra poderia ter suas vantagens também e foi exatamente assim que eu fui passando a aceitar meu o meu corpo.

Confesso que trabalhar com moda foi o que me ajudou por completo nesse processo. Vi o quanto de esforço e energia muitas pessoas colocavam em ser magras ou para emagrecer, enquanto Deus me deu a dadiva de nascer assim, pronta! Passei a buscar referencias em pessoas que tinham um corpo semelhante ao meu, e realmente entender que ser muito magra não é um defeito, não tem nada de errado embora muitas vezes apontassem minhas próprias características físicas como se fosse algo muito ruim. - Quem disse que isso é uma verdade? Sempre fui saudável mesmo abaixo do peso comum. E a mensagem que eu quero passar aqui é basicamente sobre se amar muito independente dos outros te apontarem um "defeito" ou melhor dizendo, te acrescentarem "defeitos" que não necessariamente são reais. Nós não podemos acreditar nessas falsas verdades que nos restringem de sermos quem somos. Eu passei a me aceitar depois que eu parei de absorver o que pessoas falavam de mim. Essa sou eu, e eu não preciso mudar se não for por mim mesma. E todas nós deveríamos fazer isso. Seja magra, gordo, alta, baixa. Mude somente se for pra te agradar e te fazer feliz. Hoje compartilhar minhas fotos em redes sociais onde o mundo todo consegue ter acesso, sabendo que nem sempre foi fácil expor meu corpo por conta da vergonha, é  a melhor maneira pra dizer que superei essa fase, e vou continuar continuar dizendo que não tem problema nenhum ser como eu literalmente sou. Seja pelo meu cabelo, pelo meu corpo, minhas ideias, inspirações.. E se você tem a habilidade de reforçar essa ideia pras pessoas, faça isso. A sociedade impõe e continua impondo padrões para tudo e nós não precisamos segui los. Faça sua parte sendo apenas quem você é de verdade, isso contribui  inspirando outras tantas pessoas a também seguirem pelo mesmo caminho, de se aceitar, de ser real, de ser feliz por apenas ser o que realmente se é!
Um beijo,
Yasmin

Comentários

  1. Adorei o texto. Eu já sofri há 10 anos por ser gorda e hoje por ser magra. Mas hoje gosto de mim como sou e nada me afecta!
    Tás lindona!
    Beijinhoo
    RITISSIMA BLOG

    ResponderExcluir
  2. Eu percebo o que queres dizer. Eu sempre me preocupei com o contrário, com ter um corpo mais gordinho e pensar constantemente no que é que as outras pessoas pensavam de mim! Mas tal como tu, já me passou! E és linda assim!
    Beijinho,
    Makeup By Pi

    ResponderExcluir
  3. Linda, amei o look.

    http://www.blogsecretplace.com/

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas